3 razões pelos quais a área de Petróleo e Gás ainda é uma ótima indústria para se trabalhar

Postado em 12/02/2016 • Categorias: Get Informed
Ainda há esperança!

Ainda há esperança!

Artigo traduzido e adaptado do post “Why Oil, Gas is Still a Great Industry to Be In“, da Rigzone, da série #jobvidsbyval da @rz_careernews

Todos nos já escutamos as histórias de demissões e falências, devido à esse árduo caminho de preço baixo do óleo que a indústria de óleo e gás está passando , porém, como sabemos faz parte do ciclo natural do negócio.

Quando o negócio está indo bem (pense em alguns anos atrás, logo após a descoberta do pré-sal), o humor, os empregos e contra-cheques estavam lá no alto. Porém, como usual nos ciclos de altos e baixos da indústria, essas quedas podem causar demissões, e perda de lucratividade. Isso é claramente visto principalmente no setor de E&P. Analistas e profissionais da indústria podem não saber exatamente quanto tempo o ciclo “baixo”, chamado de “crise” por muitos, irá durar, mas como provavelmente diria um veterano da indústria, mesmo que o mercado esteja difícil agora, isso não é novo e a indústria eventualmente irá se reerguer.

Para jovens profissionais iniciando sua jornada, assim como para estudantes completando seu último ano da faculdade ou até mesmo para profissionais já no meio de suas carreiras, falar sobre esse momento de baixa naturalmente causa uma apreensão. No entanto, não há necessidade de pular do barco. Veja abaixo os 3 motivos pelos quais a indústria de Petróleo ainda é uma ótimo lugar para se estar.

  1. Longevidade

Apesar do momento difícil que a indústria está passando, ela ainda é uma das áreas mais bem estabelecidas, nos quais os projetos tendem a ser extensos, intensivo em capital, e consequentemente, demandante de muita mão-de-obra, principalmente, de mão-de-obra qualificada. Por isso, quando o mercado se restabelecer, será necessário suprir os gaps causados pelas demissões, assim como para os novos projetos que surgirem.

Além disso, aqueles profissionais que conseguirem passar por esse grande momento de baixa, estarão mais do que credenciados para assumirem grandes desafios e responsabilidades que demandem habilidades como resiliência, gestão de conflitos, redução de custos e trabalho em equipe, só para citar algumas das mais importantes.

2. Multidisciplinaridade

Offshore ou Onshore? Existem oportunidades para todos os gostos e necessidades. Se você gosta de um trabalho mais técnico e que não seja necessário trabalhar em escritório de segunda a sexta, trabalhe offshore. De quebra, ainda tem seus dias de folga. Porém, se você já gosta do trabalho de back office, que envolve a “burocracia” do escritório, trabalhe onshore.  E existem oportunidades não só para engenheiros como a maioria das pessoas podem achar. Há vagas desde Engenheiros de Petróleo à Inspetor de Equipamentos, Analistas, Técnicos e etc. Para descobrir qual o melhor tipo de perfil e vaga para você, é só conferir nos sites especializados, como por exemplo, o próprio Rigzone, que possui uma área específica para busca de empregos: http://www.rigzone.com/jobs/search_jobs.asp. Além desse, também tem o Vagas, IndeedCatho, só para citar alguns dos mais famosos no Brasil.

3. Tecnologia

Essa indústria está constantemente envolvida com tecnologias de ponta. Um exemplo disso é a utilização de drones. Há um ano atrás raramente se via a utilização deles em campo. Atualmente, muitas empresas de serviço já têm utilizado-os para levantamento e pesquisas de campo, assim como inspeções. Termos como Big Data, Internet of Things, Nanotecnologia dentre outros #trendtopics, são frequentemente debatidos e estudados para aplicação nas atividades da indústria. Sem contar na utilização das próprias mídias sociais. Hoje, grandes empresas como por exemplo PEMEX, SHELL, já utilizam a rede para fazer recrutamentos, e interagirem com o público.

——————————————————————————————————————

O objetivo deste post foi mostrar para nossos leitores que a indústria de petróleo é sim um bom lugar para se trabalhar, e que não é um período de baixa que nos fará esquecer disso. É preciso ver oportunidade nas adversidade! Se concorda, curta e compartilhe nas redes sociais, e também deixe seu comentário. Se não concorda, deixe seu comentário também! Aqui queremos proporcionar um espaço para livre compartilhamento de idéias e informação.

Compartilhe:
Tecnólogo em Petróleo e Gás, Técnico em Automação e estudante do último ano da Engenharia de Produção. Coordenador de Serviços em Surface Americas no Brasil, membro do Comitê Jovem do IBP e atualmente Internet Chairperson da SPE Brasil. Possui mais de 7 anos de experiência no segmento de óleo e gás.
Deixe um comentário